Em diálogo não creio.
O que perdura?

Beatriz Luz

Anúncios
Published in: on 08/09/2009 at 16:14  Deixe um comentário  

Eu não quero saber.
– O que soube esqueci.
Seguro nos dentes
o que sinto.
Não temo a verdade.

Beatriz Luz

Published in: on 05/09/2009 at 19:31  Deixe um comentário  

Medida do corpo
espaço concedido
vida concedida
na medida
deste espaço.

Beatriz Luz
(tradução de Adolfo Montejo Navas)

Published in: on 27/05/2009 at 23:59  Deixe um comentário  

É de vida que se fala
quando total desejo
nos impregna.
– É de vida que se fala.

Beatriz Luz
(tradução de Adolfo Montejo Navas)

Published in: on 22/05/2009 at 10:05  Deixe um comentário  

de paixão e desejo
esta mudez.
Os atos exigem
corpo e silêncio.
Só as vezes fala.

Beatriz Luz
(tradução de Adolfo Montejo Navas)

Déjà vu:
11 de maio de 2009
17 de abril de 2009
Published in: on 14/05/2009 at 7:23  Deixe um comentário