Arte de amar

Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma,
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação,
Não noutra alma.
Só em Deus – ou fora do mundo.

As almas são incomunicáveis.

Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.

Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

Manuel Bandeira

Published in: on 17/04/2009 at 23:21  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://poemadodia.wordpress.com/2009/04/17/arte-de-amar/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. “Não se está no outro
    teu resgate da dor.
    Ele não percebe
    e se percebe esquece.
    Essa função não lhe convém.
    Ilusões. Ilusões. Ilusões.
    Não se está no outro.”

    Beatriz Luz


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s